Publicidade

CULINÁRIA DUBAI

Pratos da culinária tradicional de Dubai

Fotografia Divulgação K12 Advice & Entretainment

Pratos da culinária tradicional de Dubai

Dubai tem representantes da culinária do mundo inteiro entre seus inúmero restaurantes, mas e a cozinha local, chamada Emirati, é composta do que? Essa é uma pergunta comum aos viajantes mais interessados em gastronomia, então decidimos respondê-la!

Não confunda. A gente encontra na cidade muita comida que, no Brasil, chamamos simplesmente de "árabe". Kafta, hummus, babaganoush, faláfel, etc são fáceis de encontrar por aqui, mas a comida de raiz da população local não é tão simples de encontrar nos restaurantes.

O próprio Centro Cultural é um dos melhores lugares na cidade para entender e experimentar a culinária local – e servem uma refeição verdadeiramente típica.

A base da cozinha Emirati, a culinária tradicional de Dubai, é composta de Peixe, carne e arroz, com pratos doces no café da manhã. Café árabe (bem suave, quase um chá, acrescido de cardamomo e açafrão) e tâmaras não podem faltar. Eles são servidos logo que chegamos à casa das pessoas, como um sinal de "bem-vindos", um hábito bem conhecido para nós, brasileiros. A diferença é que, em Dubai, o café pode ser servido antes mesmo da refeição – como acontece no Centro Cultural.

Quanto às tâmaras, é fácil entender sua importância. Antes de se tornar um pólo de exportações por meio da abertura dos seus portos e da abolição de impostos sobre as mercadorias, Dubai era uma vila de pescadores. Durante o alto verão, para fugir da umidade do litoral, as famílias se refugiavam no deserto, onde o tempo era mais seco e a sensação térmica mais amigável. Por isso, em momentos de escassez, a tâmara – fruta do deserto por excelência – junto com o leite de camelo, eram fontes importantes de nutrientes. Hoje, mais de 60% do mercado de frutas e vegetais locais é composto pelas 40 variedades de tâmaras cultivadas nos Emirados Árabes.

Fotografia Divulgação k12 Advice & Entertainment