Publicidade

PLUS SIZE

Modelo Plus Size Lauren Chan na conquista da pista - e bater palmas nos trolls da Internet

Fotografia Cortesia de 11 Honoré

Modelo Plus Size Lauren Chan na conquista da pista - e bater palmas nos trolls da Internet

A primeira vez que vi um show do Chromat foi durante a Fashion Week da primavera de 2016 em Nova York. Graças ao meu trabalho como editora da Glamour na época, sentei-me na fila da frente e vi modelos de tamanho extra como Denise Bidot e Sabina Karlsson marcharem pelo Milk Studios nos trajes arquitetônicos da marca. Para minha surpresa, segurei as lágrimas quando as pessoas aplaudiram durante a final, quando a designer, Becca McCharen-Tran, saiu para uma reverência.

Quando mais tarde pensei no porquê de estar tão comovido com o programa, percebi que era a primeira vez que eu via uma versão do meu tamanho grande na pista. Embora eu estivesse na indústria há anos como um modelo de grande porte e, depois, um editor, eu raramente via a mim mesmo ou alguém que se parecesse comigo representado. E claro, desfiles de moda são apenas desfiles de moda, mas a implicação subjacente de quem e o que é valioso tem um verdadeiro efeito cascata. Quando eu pessoalmente me comparava a modelos "reais" que acertavam shows cobiçados de passarela, isso me deu um sério caso de síndrome do impostor.

Para aliviar esse sentimento de inadequação - não só para mim, mas para as mais de duas em três mulheres americanas que usam 14 ou mais de tamanho - decidi criar um nicho de moda em que me encaixo, dedicando meu trabalho ao tamanho de inclusão. . Naturalmente, eu abordei o Chromat e seu compromisso com a diversidade nessa busca, e McCharen-Tran logo se tornou um amigo. Às vezes ela brincava que eu poderia dar uma volta na pista Chromat eu mesmo. Tenho certeza de que revirei os olhos para ela todas as vezes.

Fotografia por COREY TENOLD

A primeira vez que vi um show do Chromat foi durante a Fashion Week da primavera de 2016 em Nova York. Graças ao meu trabalho como editora da Glamour na época, sentei-me na fila da frente e vi modelos de tamanho extra como Denise Bidot e Sabina Karlsson marcharem pelo Milk Studios nos trajes arquitetônicos da marca. Para minha surpresa, segurei as lágrimas quando as pessoas aplaudiram durante a final, quando a designer, Becca McCharen-Tran, saiu para uma reverência.

Quando mais tarde pensei no porquê de estar tão comovido com o programa, percebi que era a primeira vez que eu via uma versão do meu tamanho grande na pista. Embora eu estivesse na indústria há anos como um modelo de grande porte e, depois, um editor, eu raramente via a mim mesmo ou alguém que se parecesse comigo representado. E claro, desfiles de moda são apenas desfiles de moda, mas a implicação subjacente de quem e o que é valioso tem um verdadeiro efeito cascata. Quando eu pessoalmente me comparava a modelos "reais" que acertavam shows cobiçados de passarela, isso me deu um sério caso de síndrome do impostor.

Para aliviar esse sentimento de inadequação - não só para mim, mas para as mais de duas em três mulheres americanas que usam 14 ou mais de tamanho - decidi criar um nicho de moda em que me encaixo, dedicando meu trabalho ao tamanho de inclusão. . Naturalmente, eu abordei o Chromat e seu compromisso com a diversidade nessa busca, e McCharen-Tran logo se tornou um amigo. Às vezes ela brincava que eu poderia dar uma volta na pista Chromat eu mesmo. Tenho certeza de que revirei os olhos para ela todas as vezes.

" Não se engane, andar 38 shows em quatro cidades exige tenacidade. "Eu nunca trabalhei tanto na minha vida e gostei tanto", disse Norman. "Parece bobo, mas depois de se sentir pronto para voltar para casa para relaxar, há uma parte de mim que está realmente sentindo falta de todos e da magia maluca de tudo isso. Eu tenho tantas memórias brilhantes que é honestamente impossível escolher uma. "